Tabela INSS 2023: Calendário de Pagamento e Tabela de Contribuição

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), dependem da tabela INSS 2023 para organizar suas finanças. Isso porque, é por meio dela que são programados os pagamentos. Enquanto os demais segurados, usam da outra tabela INSS 2023 para saber sobre a contribuição mensal ao órgão!

Tabela INSS 2023
Tabela INSS 2023

Tabela INSS 2023

Organização é primordial para o bolso e orçamento de qualquer pessoa. Ainda mais para quem faz contribuições mensalmente ao INSS.

Se você é um trabalhador com registro em carteira, o pagamento mensal para a Previdência acontece automaticamente. A empresa se responsabiliza por descontar do seu salário bruto o valor a ser contribuído com base na tabela.

Do outro lado da história, ficam aqueles que já se aposentaram ou recebem algum tipo de pensão. Estes também dependem da tabela do INSS 2023, mas em uma configuração diferente, porque se trata da ordem de pagamentos do ano.

No fim do ano anterior, ou seja, 2022, o Instituto trata de divulgar a tabela de pagamentos. Dessa forma, quem vai receber o benefício consegue se organizar melhor quanto as datas de depósitos no seu banco de preferência.

Tabela de contribuição

Quanto você pretende pagar por mês para receber uma ajuda mensal quando não conseguir mais trabalhar? Se pensar na importância de um benefício previdenciário, o cidadão dará mais atenção em manter o pagamento da sua contribuição.

Como foi dito, quem trabalha com registro em carteira já tem o desconto automático. O Micro Empreendedor Individual (MEI), contribui mensalmente ao pagar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). Dentro do valor, 5% do salário mínimo são destinados ao INSS.

Além disso, quem foi demitido, por exemplo, ou quer antecipar sua contribuição, pode fazê-la individualmente. Gerando uma guia de pagamento todos os meses no site da Previdência Social.

Mas afinal, quanto é pago de contribuição ao INSS? É justamente isso que a tabela INSS 2023 específica. Tudo depende do salário do servidor, ou do quanto ele pretende ganhar em benefícios.

Salário do contribuinte Alíquota
Até R$ 1.212 7,5%
De R$ 1.212,01 a R$ 2.427,79 9%
De R$ 2.427,80 até R$ 3.641,69 12%
De R$ 3.641,70 até R$ 7.088,5 14%

Alíquotas para contribuinte individual:

  • Contribuinte Individual de 20% (Código GPS 1007) — R$ 242,40
  • Contribuinte Individual de 11% (Código GPS 1163) — R$ 133,32

Alíquotas para contribuinte facultativo:

  • Contribuinte Facultativo de 20% (Código GPS 1406) — R$ 242,40
  • Contribuinte Facultativo de 11% (Código GPS 1473) — R$ 133,32
  • Contribuinte Facultativo Baixa Renda de 5% (1929) — R$ 60,60

Os valores ainda podem sofrer alterações, isso porque, são reajustados anualmente com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

E mais, dependendo do reajuste no salário mínimo que altera o ganho mensal do contribuinte.

Tabela de pagamentos

Para quem recebe algum tipo de benefício da Previdência Social 2023, saber a ordem de pagamentos é crucial. Por isso, o próprio Instituto se encarrega de publicar oficialmente as datas de liberação dos créditos pelo menos dois meses antes do início dos pagamentos.

Para organização, a tabela INSS 2023 é dividida em duas partes: quem ganha até um salário mínimo 2023, e quem ganha acima de um salário mínimo.

Os pagamentos são divididos dessa forma para evitar que haja super lotação nos bancos, grandes filas e o mau funcionamento das agências. Além dessa separação, os dias ainda se organizam com base no número final de inscrição do beneficiário.

Este número costuma ser impresso no cartão de saque do aposentado e pensionista, por isso, fique de olho nesta informação. Vale o último número que antecede o hífen.

Para se ter uma ideia dos dias de pagamento para 2023, confira o que foi definido para o ano de 2022.

(Imagem: INSS)

Os salários de dezembro terminam os pagamentos em 6 de janeiro de 2023. Por tanto, antes disso a tabela INSS 2023 não deve entrar em vigor.

Fique atento, porque é com esse mesmo calendário que são definidas as ordens de pagamento para o 13° salário. Normalmente, pago em duas parcelas entre o primeiro e o segundo semestre do ano.

Nos tempos mais árduos da pandemia, a antecipação do 13° aconteceu no primeiro semestre. As duas parcelas foram pagas até o mês de junho dos anos de 2020 e 2021.

Quais benefícios usam a tabela como referência?

Todos os benefícios previdenciários usam desta tabela como referência para a liberação dos créditos. Por isso, tanto quem recebe uma pensão temporária como uma aposentadoria vitalícia, deve acompanhar esse cronograma para não se perder nos dias de liberação.

Entre os pagamentos a serem inclusos, estão:

  • Aposentadoria por invalidez;
  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria rural;
  • Auxílio doença;
  • Auxílio acidente;
  • Salário maternidade;
  • Salário família;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Pensão por morte.

Como consultar a tabela INSS 2023?

Tanto para as contribuições como para o calendário do INSS 2023, a consulta da tabela INSS 2023 fica disponível online. Dessa forma, na palma da mão qualquer segurado pode ter acesso às informações que precisa.

A consulta acontece no aplicativo, ou site, Meu INSS. Basta criar seu login com CPF e senha no portal gov.br, e em seguida preencher seus dados de acesso.

Por meio do sistema, que tem sido constantemente atualizado, o cidadão consegue acessar a tabela de pagamentos e consultar o valor de contribuição. Além disso, na opção “Extrato”, é possível conferir por quantos meses tem pago a Previdência.

Em “Simulação”, os internautas conseguem acessar uma previsão de quando conseguirão ter acesso as suas aposentadorias.

Este artigo foi útil? AVALIE

Avaliação média:
Total de Votos:

Tabela INSS 2023: Calendário de Pagamento e Tabela de Contribuição